terça-feira, 3 de abril de 2012

Vida dura! O transporte público em Roma




Se você não é o tipo habituado a usar ônibus ou metrô na vida, o sistema de transporte público de Roma pode lhe parecer caótico.


Só existem duas linhas de metrô, A e B, que cortam a cidade em forma de X. O metrô é rápido e geralmente cheio.

A malha de ônibus, por sua vez, é gigantesca e, nos dias úteis, passa um ônibus atrás do outro. Não é muito fácil entender qual ônibus vai para onde, nem onde você deve desembarcar. O ideal é você pedir a informação para o concierge de seu hotel como você deve fazer para chegar de um ponto ao outro e anotar, assim fica mais fácil se orientar. Os idosos italianos também são grandes fontes de ajuda.


Nas paradas do ônibus (fermata) há a indicação de todas as paradas e para onde vai, mas isto só facilita sua vida se você souber onde terá de descer.
Ter um mapa em mãos é sempre uma boa maneira para controlar o itinerário e, se você utilizar os monumentos como pontos de referência, você terá uma ideia de onde está e quanto falta para chegar ao destino.
Há também linhas de tram, um trenzinho de superfície rápido e limpo, mas as opções são limitadas.

A passagem de transporte público custa 1 euro e vale por tempo, por uma hora e quinze. Neste intervalo, você pode utilizar o metrô uma vez com direito a uma conexão de ônibus (ou vice-versa), ou trocar quantas vezes de ônibus ou tram.


Você pode comprar os bilhetes para ônibus e metrô nas tabacarias (procure os estabelecimentos com um T, de Tabacchi, na porta).


Assim que você embarcar no ônibus, você deve convalidá-lo nas máquinas amarelas na frente e no fundo do veículo. No metrô, basta inseri-lo na catraca e pegá-lo novamente.

No entanto, se você estiver hospedado na região central, é bastante provável que você utilize bem pouco o transporte público, pois quase tudo pode ser feito à pé, e eu lhe garanto que não há nada mais agradável do que caminhar por Roma.

E fique sempre atento a seus pertences, principalmente nos ônibus e metrô partindo de Roma Termini, a principal estação de trem da cidade, pois é o roteiro favorito dos punguistas.

E deixe para pegar táxi em última circunstância, pois é caro e você corre o risco de se desesperar ao ver o taxímetro rodando num congestionamento.


Fonte: http://www.maosdevaca.com/2012/04/roma-para-maos-de-vaca-deslocamento-e.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+NovaYorkParaMos-de-vaca+%28Nova+York+para+M%C3%A3os-de-vaca%29

Nenhum comentário:

Postar um comentário